arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

As Vezes

Vento Norte

Passagem

Fantasma do Amor

SER

ERRO

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

Domingo, 30 de Novembro de 2008

Minha Alma

 

 

 


Eu queria calar a minha alma

Trancar a porta do meu coração

Para gritar ao mundo

Bem mais alto

Do meu amor por ti.

 

Eu queria falar teu nome

Para que todos soubessem

O que sente a alma

E como chora o coração

Quando eu insisto num pecado sem fim.

 

Eu queria sentir a emoção

Do teu olhar...

Do teu sorriso...

Queria sentir o beijo

Molhado de desejo

Quando me olhas

E choras de saudades.

 

Eu queria sentir

O teu abraço apertado

Para sentir a emoção

Do corpo quente

Que arde de saudade.

 

Mas ao te desejar tanto

A alma se cala...

O coração chora...

E eu me perco

Na rua da saudade,

Na esquina da tristeza,

Na solidão do meu quarto.

 

E diante da escuridão

Minha alma se perde...

Cai num abismo sem fim

E o meu amor por ti

Morre ao dar o último suspiro.

 

 

Autor:    Rosa Mari Schmid

 

sinto-me:
música: dire s,brother in arms
publicado por Sonhosolitario às 06:37
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Domingo, 23 de Novembro de 2008

Poema Mulher Poesia


Poema Mulher poesia

 

Eu amo tanto este teu rosto iluminado

E as poesias que a inspirando te concedeu

Que fascinado vejo um mundo encantado

Onde a tristeza finalmente pereceu.

 

Quanto lirismo quando falas do luar

E das estrelas cintilando no céu iluminado

Que levo nas mãos meu coração para te entregar

E minha alma de eterno apaixonado.

 

Nos teus poemas o amanhecer é mais bonito

E a vida um lindo manto de luz

O sol parece que não esta no infinito

Mas em teus versos que tanto me seduz.

 

Os passarinhos vêm cantar em tuas mãos

Nuvens claras passam, teu nome escrevendo

Vales de flores se estendem na ampliando

E tua ternura corações vai envolvendo

 

O mar sereno quer os teus pés beijar

Belas canções são tua beleza exaltar

Lindas cascatas o teu corpo abençoar

E a primavera não te quer abandonar.

 

Porque tu és a poesia em movimento

A mensageira da paz que o Senhor nos ofertou

Tens o poder de mudar os sentimentos

Transformando a nostalgia em alegria e amor.

 

Mulher poesia, nesses versos minha homenagem

Mesmo sem o brilhantismo de tua inspiração

Porém fiel a tua sublime realidade

Frutos da alma e do meu simples coração.

bj.

 

Obrigada

 

Autor desconhecido,,.

 

sinto-me: fixe
música: dire s,brother in arms
publicado por Sonhosolitario às 14:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Camelia

CAMELIA

.

Como uma camélia a arder

Eu sonhava ser borboleta com desejos de pólen

.

Numa bravia paixão, ou,so... sou sensual

Seduzo e sou seduzida

Deixo o fogo de paixão arder

.

Abro as pétalas num jogo de cores

sorrisos... brilham!

.

Avivam-se as memórias,

Soltam-se odores,

 Desejos,

Emoções

E num arrojo total sacio

O meu desejo em teus lábios.

.

Num toque de corpos insaciável,

Fico deslumbrada pela emoção sentida

Pouco a pouco o beijo intensifica-se.

Embriagada. Levanto os braços sem noção do limite...

.

Num esvoaçar de pelém e pétalas a arder

Fazemos amor num beijo!..

 

Maria João A.C. Silva

 

sinto-me:
música: dire s,brother in arms
publicado por Sonhosolitario às 05:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 16 de Novembro de 2008

Queres ser minha amante

 

 

 

 

Dizer por dizer amor não significa nada
as palavras sinceras são as que tem valor são
as que saiam da alma
e em minha alma nascem, só palavras brancas
perguntas sem respostas cheias De esperanças.
Um amor como o meu não se pode afogar
como uma pedra em um rio
um amor como o meu não se pode acabar
nem estando longe te esqueço,
e não se pode queimar porque esta feito
de fogo, nem perder nem ganhar
porque este amor não é um jogo.
(coro) sonhos que são de amor
São sonhos que são de dor.
Eu necessito saber se queres ser minha amante.
É bonito ire amar e viver por alguém
e se for preciso sofrer chorar ou morrer por
esse alguém.
Eu necessito saber se queres ser minha amante
eu necessito saber se queres ser minha amante
rep.(coro)
Viver o morrer viver o morrer...·mas contigo.
viver o morrer viver o morrer
queres ser minha amante.....

Fuente: musica.com

    

                            camilo sesto

sinto-me:
música: dire s,brother in arms
publicado por Sonhosolitario às 07:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Amor Verdadeiro

O amor verdadeiro,

É aquele...

Que o vento não sopra.

O tempo não apaga.

 

O tempo não envelhece.

As ondas não levam.

O mar não engole.

O sol não queima.

 

O gelo não esfria.

A dor não machuca.

É o que sabe esperar.

É o que sabe entender,

 

Compreender se manter.

A inveja não contamina.

A solidão abomina.

Que não cobra

 

Que não vive de manobra.

Que não tem olhos de cobra.

Que sabe tudo a tempo e a hora

O amor verdadeiro,

 

É aquele...

Que não precisa de manual.

É muito casual.

Não precisa ler.

Tem que deixar acontecer

 

sinto-me: happy
música: dire s,brother in arms
publicado por Sonhosolitario às 22:29
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: