arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

...

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

VOZ

Espaço

Sensação

PRIMAVERA

Tentei-Tentando

Quinta-feira, 3 de Junho de 2010

Valsa Do Amor

Valsa do Amor

Procurei no palco da dança

Mas não te encontrei

Com mil saudades fiquei

Queria dançar para saudades matar

Sentir teu carinho dentro deste palco

Ver-te mover sem ilusão

Sentir teu amor contra meu coração

Ver teus passos valsear

E todos encantar

Ver-te na escuridão ilumina minha solidão

Mas que saudades desta valsa

Neste palco da saudade

Bailamos um para outro

No ritmo da nossa lealdade

Tu bailas como uma bailarina

Que deu tudo que tinha!

Nesta valsa! Nela tu me encontras

E por mim e te apaixonaras

Com o sabor da dança voaras,

Vi-te na escuridão palpitou meu coração

Perguntei por uma valsa

E tu me deste também uma salsa

Bailamos até o romper do sol

Nessa valsa

Te encontrei

Desejei

Amei

Sonhei

Dancei

Senti-te segura de ti mesmo

Nesta dança

Não sinto dores

Não há revolta

Não há loucura

Há o encanto da saudade do amor

Mas que linda valsa

Teus cabelos pairavam no ar

Voavam ao sabor da música

Teu corpo é uma Xinga na

Que bola e rebola

Que brinca com as notas da melodia

Teus olhos são duas estrelas

Que me iluminam no escuro deste palco

Teu rosto é todo ele é um sorriso estampado

Tua e minha dor morreram

Neste nosso bailar

Para que este nosso amor

Com todo carinho

Possa continuar

Os passos da valsa

Chamada amar…

Autor-sonhosolitario 

 

publicado por Sonhosolitario às 10:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Junho de 2010

Aniversario

Amiga Alzira Macedo

 

Nesta data especial

Deste teu aniversário

Dos teus dias contados sonhados

Imaginados sofredores e planeados

Aqui estão mais uma vez a ser comemorados

Este dia nasceu igual a tantos outros

Mas que só nasceu especial

Porque é o teu aniversário

Porque deve ser comemorado

Com todas as pompas,

De alegria

Cheio de amor

Muita felicidade

Paz e saúde e muito amor

Porque desejando-te

Para que todos dias assim sejam

Dias de aniversário

Para que todos dias da tua vida

Seja aquela vitória constante da tua luta

Constante perante a vida

Ganhes mais felicidade

E força para viveres toda tua vida

Com muita saúde esperança

Amor, para que continues a comemorar

Sempre o teu aniversário.

Parabéns a você doce amiga

 

E poetisa Alzira Macedo

 

São e serão os votos deste teu amigo

Sonhosolitario…

 

Autor-sonhosolitario

 

publicado por Sonhosolitario às 23:48
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: