arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

VOZ

Espaço

Sensação

PRIMAVERA

Tentei-Tentando

Esperando- espero

Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

Perdido no tempo

 

Perdido no tempo

Assim ando eu perdido

Com o vento

Perdido sem rumo

Procurando por tudo quanto é canto

E não me encontro

Tento me encontrar

Para te falar

De amor e desejo

E te ter em meu leito

Para te sentir por direito

Ouvir tuas palavras

E encontrar teu coração

E saber toda razão

Deste nosso encontro

E ouvir-te dizer que me amas

Para me fazer acreditar

Ouvir teu coração

Sem ilusão e ser verdadeiro

E não ser eu somente lutando

Por encontrar o rumo deste destino

Do tempo

Não é longo

Desta passagem da vida

E a razão deste meu viver

Sem rumo jamais conseguirei viver

Assim me encontro perdido

No tempo.

Autor.Sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 16:18
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013

que Fizeste do Amor

Que fizeste do amor

Assim te pergunto amor

Que fizeste de mim

Com as promessas de amor

Conquistaste meu coração

E o aprisionaste

Sem forças para se libertar

Desta loucura

Assim como o silencio de amargura

Porque entre nós deve haver sinceridade

Depois das promessas de amor

E não tenho mais ninguém

Aquém amar

Meu coração é só teu

Como minha alma

Onde encontra calma para meditar

Onde encontra a luz da calma

E sossega

Sem sonhos para sonhar

Que vem ao meu encontro

Porque assim me encontro esperando por ti

No mesmo lugar que te encontrei

No primeiro olhar que tudo ficou a desejar

Para de novo te encontrar

E assim beijar como inalar teu perfume

Para te olhar olhos nos olhos

E delirar com teu amor

E feliz te merecer

Até morrer por este amor

Assim percorro o mundo

Tentando encontrar solução

Para libertar meu coração

Deste amor

Perdido mas não esquecido

E por ti prometido…

Autor –SonhoSolitario

 

publicado por Sonhosolitario às 20:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sonho do Poeta

Sonho do poeta

O amor caiu e voltou a cair

Não sei por quantas e voltara a vir

E tentarei que não caia nos meus sonhos

Como não sei como sonhar com ele

Como também não sei como parar a minha morte

Estou morrendo aos poucos como de segundos contados

Assim estou nesta morte lenta

Por te amar assim

Continuo sonhando com o amor

Para que volte e não caia como tem caído

Porque deve ser sonhado e vivido

Por te amar assim

Não desejo que o nosso amor caia no chão

Porque tudo o que resta deste nosso amor

Quero que sonhas como eu sonho

O amor igual ao que eu te dei

Nada tem que mudar

Somente amar e ser amada em meus braços

Só assim o sonho seguirá

Pelos sonhos do poeta

Fez planos nos meus sonhos

E tanta coisa para ser feliz

E prometi a mim mesmo

Apagar este meu sonho

E não consegui

Porque só em teus braços amor

Eu posso ser feliz …

Autor-Sonhosolitario

 

Dedico este poema

a minha ademiradora

com um doce beijinho

publicado por Sonhosolitario às 02:10
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: