arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

...

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

VOZ

Espaço

Sensação

PRIMAVERA

Tentei-Tentando

Sábado, 19 de Setembro de 2009

Encontro do tempo

Encontro

Quando te encontrei te perdi

Agarrei o coração,

Pelo amor que senti

Deixas-te me desamparado

Por o nosso amor que vivi...

 

Jamais encontraras

Nos meus olhos

Aquela lágrima perdida

Porque vai pertencer-me

Para toda vida...

 

Nunca sentirás

O carinho da lua

Que era minha

Que era tua!

Jamais sentirás!

O meu respirar

Que fazia o amor voar...

 

Espero encontrar

Uma estrela,

Para me guiar

A ter o dom da vida

E saber cativar

Imaginar um lindo

Céu estrelado

Para ele adorar...

 

Tu jamais me encontraras

Porque não te pertenço

Somente fui ilusão

Não sobes-te conquistar

Minha paixão

Eu era teu amigo

E não era ilusão

Era sim amor

De uma grande paixão...

 

Autor-SONHOSOLITARIO

 

 

sinto-me:
publicado por Sonhosolitario às 18:41
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De M.Luísa Adães a 23 de Setembro de 2009 às 21:41
sonhosolitario

já aqui estive e deixei m/ comments.

Mas estou preocupada contigo. Não tornaste a
escrever e já passou muito tempo.

Que se passa? Aconteceu alguma coisa ou foste de férias?

Gostava de saber noticias tuas. Escreve por favor.

Beijos,

Maria Luísa

Beijos,

Maria Luísa
De retalhos-meus a 21 de Setembro de 2009 às 16:25
Amigo sonho solitário, depois da ilusão vem a desilução, mas nunca pode vir o desânimo, nunca dvemos baixar os braços e deixar de lutar...

De Just Moments a 20 de Setembro de 2009 às 19:17
Belo poema Amigo!

A vida é assim mesmo..não é?
cheia de ilusões e desilusões!!

importante é ter força e lutar !!

Beijinhos
De Sonhosolitario a 20 de Setembro de 2009 às 20:22
olá querida amiga Just.
boa noite
sim fico feliz por tu entenderes a minha escrita, e dela falares,
assim é vida quer queramos ou não.porque está vida não é um amr de rosas,
doce beijinho e felicidades
sonhosolitario
De M.Luísa Adães a 19 de Setembro de 2009 às 19:00
sonhosolitário

Lindo o teu poema de amor e desilusão.

Um dia,

vais encontrar a estrela que te vai guiar a um amor

verdadeiro, sincero e puro.

Acredita!

Com amizade,

maria Luísa
De Sonhosolitario a 20 de Setembro de 2009 às 20:25
olá Amiga Luisa,
sim a vida está assim cheia de amores e desamores, tudo no seu proprio lugar,
há vencedores e vencidos, a vida é composta com tudo...
obrigado pelas suas doces palavras...
doce beijinho
sonhosolitario
De M.Luísa Adães a 21 de Setembro de 2009 às 08:46
Sonhosolitario

Não tens de agradecer, mas gostei que respondesses.

É como disse :

" O Tempo dá a última palavra!"

Comentar post

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: