arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

...

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

VOZ

Espaço

Sensação

PRIMAVERA

Tentei-Tentando

Domingo, 25 de Julho de 2010

Nuvem Cinzenta

Nuvem  cinzenta

 

Hoje parei no tempo

De dar e sonhar

Porque assim está o tempo

Não consigo deslumbrar

Este meu tempo

Tento lutar contra o tipo de tempo

Algo está na imagem

Que me fez ter uma derrapagem

De contra tempo

Já não tenho emoções

Só as sentidas

E alucinações

Amarguras e desilusões

Dos sentimentos sentidos

De certos corações

Das batidas vibrações

Sentidas

Contempladas uniões

Faz deste ser,

Um ser

Frágil sem coragem

Para consumir gerações!

Da lágrima derramada

Sentida e não esperada

Faz que eu não veja

O horizonte pretendido

E sonhado,

Com a nuvem cinzenta

Jamais poderei contemplar

O meu ponto de vista

Porque anda muita poeira

No ar,

Por isso já não consigo olhar

E uma lágrima cai para o ar,

Lágrima derramada e sofrida

Toda a minha vida

Vou parar de sonhar

Porque o sonho está morto

E já dei o que tinha para dar

Não quero sofrer

Só quero ter forças para poder

Respirar…

Autor-sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 16:22
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De crema seno a 30 de Julho de 2010 às 11:27
Este texto bonito. escrever é uma terapia natural que nos ajuda não só para lançar luz sobre os problemas, mas também para superar
De grande pene a 30 de Julho de 2010 às 10:17
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou estudando Português, eu não consigo entender tudo, mas quase! ;)
De come allungare il pene a 29 de Julho de 2010 às 15:17
Este texto bonito. escrever é uma terapia natural que nos ajuda não só para lançar luz sobre os problemas, mas também para superar
De Rosinda a 25 de Julho de 2010 às 18:34
Olá Sonhosolitário!
Gostei muito do poema, mas achei-o muito triste...
Amigo espero que seja só no poema, não podemos deixar morrer o sonho...
Beijinhos
De Alzira Macedo a 29 de Julho de 2010 às 23:10
Sonhosolitario...

Hoje paraste no tempo amigo…
um tempo, onde uma nuvem cinzenta te tapou toda a miragem…
toda a vontade de sorrir, de dar e de sonhar…
dizes não ter emoções, mas tens... Porque esse da desilusão, embora não seja dos mais bonitos mas é emoção…
Meu amigo será nuvem passageira com certeza…
Não alimentes esse teu estado de espírito…
Não és frágil e sem coragem…
Mas sim sensível…
Essa tua sensibilidade mexe contigo
faz por vezes desesperar, desanimar…
È compreensível, pois por vezes sorrimos temos boas palavras para os amigos
e ficamos vazios com falta de um ombro amigo, de uma palavra aconchegada…
O peso da vida por vezes faz com que nos sintamos derrotados…
Acontece com a maioria de todos nós…
Sabes o que te digo…
“Derrotado, desanimado mas nunca vencido”
Um dia o sol vai brilhar, onde esta nuvem cinzenta vai dissipar
irás apenas recordar este desabafo…
E sorrir para o futuro…
Um beijo para ti e anima-te…
melhores dias virão acredita…
Olha o som desta tua musica no blogue é mesmo propicia a sonhar.... Linda adoro-a

Comentar post

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: