arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

As Vezes

Vento Norte

Passagem

Fantasma do Amor

SER

ERRO

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012

ESTRADA do AMOR

    

 

 

 

Estrada

 

Hoje caminhei na estrada do amor

E nela estava marcada com datas

E gravuras do nosso amor

E entre encontros e desencontros

Passei nas recordações do passado

E nelas entrei como sonhando

Te ofereci minha mão

Caminhamos juntos e sorridentes

Como no primeiro encontro

O sol nos envia os raios de felicidade

E ao mesmo tempo o cupido do amor

Para nos felicitar este encontro

 Não programado ou marcado

Olhei em teus olhos

E vi uma lágrima desesperada

Correndo ao longo do teu rosto

Brilhante e cristalina

Que tinha sido minha

Vi o momento da verdade

Entrei na realidade

Em que me amavas

Mas tinhas!

 Medo e receios

Deste nosso amor

Porque no meu coração

Sabias que encontravas

Um sonhador

Do melhor do momento

Entre o dia e noite

Sempre o terias

Para que o sentisses

Segura nos teus sonhos 

 Doce e querida!

Sempre te entreguei

A melhor parte do amor

E nunca entendes

Toda verdade

Mas aconteceu

Pelos teus medos e enganos

E só me resta caminhar nas recordações

Desta estrada do amor

Podes te esconder mas eu te amarei sempre

Enquanto por aqui caminhar

Tanto num lado da cidade como no outro

Estarei caminhando

Porque este amor não morrera

Podes esconder o teu sorriso

Mas não consegues esconder o teu coração

Nesta linda estrada

Será sempre a mais longa

Porque este amor jamais terá fim

Haverá um dia!

Da entrega total

Porque na estrada do amor nos gravamos

A nossa caminhada

 

Autor- SONHOSOLITARIO

publicado por Sonhosolitario às 04:01
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: