arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

VOZ

Espaço

Sensação

PRIMAVERA

Tentei-Tentando

Esperando- espero

Terça-feira, 22 de Maio de 2012

Viver Poema

 

Viver

Vivo e continuo vivendo

Com sensação no amor

Nas minhas veias correndo

O grande transe

Para sonhar

Querendo alongar

O sonho da vida

Preferido

No meu corpo

Concentrado

Em este meu viver

Sonharei

Jovem irá permanecer

Em pensamento

A vida é bela

O amor grandioso

Sempre que sinto o coração bater

Ao teu lado quero viver

E toda magia ajudar

Vivendo

Contigo ao meu lado

Tudo será uma dança

De qualquer tipo

Seja de rock ou de embalar

Para o sonho não estragar

Porque se não sinto não vivo

Sem amor, sem paixão

Sem vida e sem ilusão

Viverei sonhando

Vivo como chorando

Na eternidade do amor

Amando a vida

Não me sentindo só ao pé de ti

Ouvindo teu

Choro por mim

Será a vida

Paixão

Ou será amor

E não ilusão

Porque vivi,

Vivendo

Deixa-me de noite

Porque de dia o sol queima

No fim no fim…

Autor-sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 22:31
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De conchinha solitária a 28 de Maio de 2012 às 14:32
Bom dia amigo!
Tudo bem?
Como sempre... maravilhoso poema!
Saudades, consegui recuperar o antigo blog e, agora estou com dois!
Ótima semana pra ti e beijos!

Comentar post

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: