arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

As Vezes

Vento Norte

Passagem

Fantasma do Amor

SER

ERRO

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012

Luar de Agosto

Lua de Agosto

Nesta noite e neste dia

Sinto uma frescura

Neste meu amanhecer

Está no meu corpo

Toda a orvalhada da noite passada

Entre a lua e o mar

Foi encontrar o amor

Que me ajudou a não sentir dor

Todo meu corpo era um jardim

Por ti regado

Com todo carinho e amado

Neste teu luar

Que me ajuda neste meu adorar

Linda lua, me mostra todo meu caminho

Neste meu amor

Guia meus passos

Assim como os meus pensamentos

Para que não tenha mais gotas de orvalho

Nestas manhas frescas de luar

Quero sentir todo o amor

E com ele delirar

Em torno do teu corpo quero amar

Entre a lua e o mar

Areia dunas para poder bem alto gritar

Te amo com todo o meu luar

E todos ouvirem este meu poetar

Te amo, minha linda lua

Assim como amo o meu mar

São dois paraísos que me fazem delirar

Neste meu jardim de sonhar

E toda a vida por assim jurar

Lua, amor

Mar, navegar

Só o teu nome recordar

No meu coração gravar

Nesta noite de agosto ao luar…

Autor-sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 10:45
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De ademiradoratua a 20 de Agosto de 2012 às 17:11
olá sonho
Com tanta emoção, esqueci de agradecer o lindo poema! mt obg, o teu blog é mesmo um sonho ler!
Quanto ás cicatrizes, há sempre alguem com doce coração e mal amada, a lambelas para melhor sararem... Não? Também as tenho, mas avida tém destas coisas. És sonhador, apaixonado e sinto que boa pessoa! Sou Munher e mt sonhadora tbm, obg pelo carinho e atemção querido AMIGO. fica bém doce beijinho. Ademiradora
De Sonhosolitario a 20 de Agosto de 2012 às 22:43
olá minha ademiradora, boa noite estou feliz,por te ter como amiga, persinto que já te conheço há muito tempo, não sei mas penso que te conheço, não sei mas presinto que te conheço !
mas tambem não importa para o caso, adorei ler as tuas lindas palavras, desejo-te um semana muito feliz sejas quer que sejas, doce beijinho e te envio muita felicidade em teu coração,
teu amigo sonhosolitario

Comentar post

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: