arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

As Vezes

Vento Norte

Passagem

Fantasma do Amor

SER

ERRO

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

Sábado, 6 de Outubro de 2012

Sou homem não sou anjo

 

 

Sou homem não sou anjo

 

Sou homem não sou anjo

Porque não tenho asas

Para voar

Ai como as desejava ter

Seria mais fácil

Só para te ver

Assim matava a saudade

Depois de te perder

Como não as tenho

Conforme-me com este meu viver

Tenho sim coração

Com sentimentos

Normal com tudo em seu lugar

Te conheci assim como te perdi

Tudo foi tão rápido

Que não dei conta

Contou sim o tempo

Em que me rendi ao amor por ti

Mostrei aquilo que era e que podia ser

Te ofereci aquilo que tinha e que não tinha

Mas por cima de tudo o respeito

Dessa pessoa mulher

Lhe mostrei o mundo

E como é lindo viver

Mostrei o meu mar

E como se lê compasso

Para se ter um bom navegar

Para se aprender a respeitar

No juramento do amor

Antes de o coração entregar

Se fosse anjo!

Te lançaria a seta do cupido

Para te envenenar

Com amor

Para saberes amar

Mas como não sou

Assim vou continuar

A viver procurando amor

Em qualquer lugar

Que me faça feliz

Sem depender do lugar

Assim será o amor

Para Amar…

Autor-sonhosolitario

 
publicado por Sonhosolitario às 20:34
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De ademiradoratua a 9 de Outubro de 2012 às 14:42
Olá sonho, que linda imagem! Reflecte o passado que foi belo e o presente nostálgico e que gostarias de viver... gostei muito e o poema , lindo como sempre, com emoção, ternura, paixão, enfim! Um tesouro que só tu sabes elaborar nesta tua escrita. Mas querido AMOGO , já pensaste em fazer um livro e publicar estes teus poemas maravilhosos? Eu gostaria e seria a primeira a comprar! Fico á espera, lol . Boa semana, com paz e tranquilidade no teu coração, doce beijinho, ademiradoratua .
De Sonhosolitario a 10 de Outubro de 2012 às 00:55
olá bom dia linda ademiradora
como vais tudo bem ? , obrigada pelas amaveis lindas palavras, quanto ao livro querida amiga eu não poeta para publicar um livro, escrevo com o meu sentimento, ma sainda não o penso de o fazer tão cedo, mas como te vou enviar o livro? lol
és anonima, kkk ,
gostei desejo-te muita felicidade em esse teu lindo coração. doce beijo querida amiga
teu amigo sonhosolitario
De Águia a 7 de Outubro de 2012 às 19:12
Existem lugares que nos fazem sonhar e este é sem dúvida um desses sitios. Discordo, quando diz que não temos asas para voar. Temos sim. elas são feitas de coragem , de esperança e de certa forma de luta. o Amor quando vêm, é para ficar, independente de distâncias ou de mal entendidos. Cabe a quando um de nós, deixar falar o que nos vai na alma. Deus, deu-nos ouvidos para ouvir, mãos para acariciar, olhos para contemplar e principalmente, boca para falar. No nosso jardim, há sempre uma flor que nos dá magia no olhar, que devemos regar e tratar com carinho. Com delicadeza a vê desabrochar, para o seu jasmim contemplar...
O que o aconselho é ganhar asas, voar e ir colher essa flor. que o sonho passe a realidade.

Um bem haja
De Sonhosolitario a 7 de Outubro de 2012 às 20:19
olá Aguia, bem vindo ao nosso cantinho,que não so meu, será de quem quizer disfurtar,para isso mesmo escrevo eu.
vou ser breve, mesmo com as asas temos os voôs cortados,e nada fica facil para ninguem, porque há mar e mar a ir e voltar. o mar é um paraiso quando calmo, um inferno quando se torna bravo.
e muitas contradições nesta vida.
espero que entenda, nada mais posso adiantar...
feliz semana
sonhosolitario

Comentar post

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: