arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

As Vezes

Vento Norte

Passagem

Fantasma do Amor

SER

ERRO

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2013

Destino

 

Destino

Ele te enviou em minha direção

Cruzamos um com o outro

Em olhar pensamento

Desejo e prazer e tudo que conseguia ver

Olhei em teu rosto desfeito de sofrimento

Pedindo ajuda naquele a todo momento

Cedi todo meu ser por ti

A ti me entreguei e por amor jurei

A conchegada a mim

Para que te sentisse mais forte

E não sofresses dentro do destino

Tentei e consegui ver-te sorrir de novo

Bebi as tuas lagrimas

Se transformaram em sangue nas minhas veias

Percorrendo todo meu corpo

Eramos dois em um

E o destino nos uniu

Nada nos impediu de sermos felizes

Assim era o destino

Não seria fácil, mas também não seria difícil

Para quem ama não encontra entraves

Sem medos, mas com receios por ti

Quando pensavas demasiado

De um futuro muito perturbado

Com das tempestades do destino

O destino deixava-se adivinhar

Porquê eu, me interrogo a mim mesmo

Se valia pagar o preço do amor

Sim valeu muito, tudo mudou

Renasci novamente me sentia gente

Sonhava e dançava e pensava em ti

Ouvia a nossa música e meditava

Como era belo viajar contigo

Tu num lado e eu no outro

Vendo o teu rosto de felicidade

Com mil sorrisos de encantar

Eramos felizes!

Mas o que é bom dura pouco

E era o preço a pagar

Porque tu me fizeste com que te amasse na loucura do amor

Depois de ter acreditado nas tuas juras de sonhador

Veio o dissabor da verdade e da maldade

Contra o destino verdadeiro

Que nada pode ser desfeito

Porque a mentira não esconde a verdade

E está é a realidade do nosso destino do amor

Estejas onde estejas,

Há dias em que pensas em mim

Porque o destino nos uniu

Não em matrimónio

Mas sim na promessa do nosso amor

E sonhas o nosso sonho

Que nunca vai acabar com o nosso destino

Deste amor verdadeiro

Ande eu por todo mundo inteiro

Sempre te vou amar com a magia do amor

Porque o destino nos Uniu…

Autor- Sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 19:09
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: