arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

...

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

VOZ

Espaço

Sensação

PRIMAVERA

Tentei-Tentando

Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013

Hoje Acordei

 

Hoje acordei

Hoje acordei de um sonho

Um sonho tornado em pesadelo

Que de repente acabou

Só os rastos ficaram

E as memórias vão e voltam

Como se estivesse segurando teu coração

Mas porquê hoje, não sei

Sei que me visitas

As vezes são longas outras curtas

Quando sentes a minha falta

Vens a mim como uma escapadela

E lês minhas palavras

Dirigidas ao teu coração

Porque tua mente não aceitou

O meu perdão

E deixas cair as lagrimas

Derramadas deste amor proibido

Por um mal-entendido

De um sonho inacabado

Mas planeado desta vida

Nestas visitas

Ficas perdida no tempo

E sofres com a minha verdade

Das palavras que te envio

Neste meu cantinho

Que sempre foi nosso

E vens aqui sonhar

O nosso amor inacabado

Somente realizado em pensamento

Por isso é este prazer da minha escrita

Porque me liberto com ela

Destes dolorosos sonhos

Porque quem ama

Não consegue comandar o coração

Que ficou aprisionado ao desejos de te amar

E não o consegui conquistar

Por isso te perdi com o tempo

Eu escrevo para ti e tu

Me pagas com tuas visitas

E deixas tuas lagrimas marcadas

Nesta minha página

Dos meus sonhos

Sonhados e nunca realizados

Dentro do teu coração…

Autor-sonhosolitario

                              

publicado por Sonhosolitario às 19:04
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De sofiazinha a 3 de Fevereiro de 2013 às 18:53
Hoje acordei eram 11h da manhã numa casa que não era a minha e portanto como a casa não era minha e a pessoa adorava ouvir a missa eu estive a trocar msgs no meu telemovel até ao meio dia,depois estivemos a ver o programa da sic vida selvagem e dez minutos depois das 13horas estavamos todos a almoçar,eramos 22pessoas ao todo.

Comentar post

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: