arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

As Vezes

Vento Norte

Passagem

Fantasma do Amor

SER

ERRO

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

Domingo, 12 de Maio de 2013

Jardinagem

Jardinagem

Encontrei dulcineia

No meu jardim

Ofereci-lhe uma flor de jasmim

Gostei dela como ela gostou de mim

Depois de uns olhares

Fizemos um amor de um jardim

Eu era muito bom de jardineiro

Semeei sementes a tempo inteiro

De raiz linda e encantada

Eram lírios tulipas papoilas

E sobram as rosas de vanguarda

Que davam De temporada,

Porque era uma flor desenhada

Com todo seu encantamento

E por mim enamorada

Ela era uma flor desejada

Do meu jardim

Me amava

Escondia a verdade

Que não estava enamorada

Um tempo cheirava

Outro nem tocava

Assim são as flores

Nascem para agradarem

Com suas cores encantarem

Assim são as flores do meu jardim

Há sempre a minha preferida

Que darei minha vida

Não sei porque me encantei pela rosa

Que só tinha espinhos

Seria por me ter picado

E nela ter notado

Sim algo aconteceu

Encantou meu coração

Com sua sensualidade

E emoção que apaixonou meu coração

E tudo com ela levou do meu jardim

Agora relembro que aquela flor

Não me pertencia a mim

Vai flor encantada

Que sempre será relembrada…

Autor -Sonhosolitario

  

publicado por Sonhosolitario às 03:34
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De ** minhas estrelas ** a 14 de Maio de 2013 às 19:23
olá miguito passei por cá .. sempre romantico,deixo um beijinho

Comentar post

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: