arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

44 comentários
42 comentários
41 comentários
27 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários

posts recentes

Probido

Corpo

Caminhos da Alma

PENSEI

VOZ

Espaço

Sensação

PRIMAVERA

Tentei-Tentando

Esperando- espero

Quarta-feira, 29 de Maio de 2013

DUETO DE POEMAS

Rute Ribeiro

Coração

Coração que se liberta, cai no enredo da paixão,
onde todos tocam no céu
e sorriam de emoção.

Coração que ama,
tem confiança no outro
e oferece-lhe tudo aquilo que dá.
É um mar de rosas.

Coração que odeia,
não precisa de se unir,
só quer ficar sozinho
no meio dos desertos.

Coração que se magoa,
chora um rio de lágrimas
e não reage à traição,
perdendo-se no abismo.

Coração que se fecha,
não tem saudades de nada,
nem gosta de ninguém.
Simplesmente, vive na escuridão.

Coração que se abre,
explode de e sentimentos e desejos.
A partir daí, começa a cantar.
Amor, eu mereço-te.

Coração que memoriza,
recorda os bons e maus momentos
desde o primeiro dia.
É uma história de vida.

Coração que voa,
cria asas para descobrir
o prazer de andar nas nuvens.
É um cosmos das imaginações.

Coração que trauteia,
interpreta músicas
com as suas melodias,
dando cor à juventude.

Coração que bate,
é coração fiel.

Autora Rute Ribeiro

 

----------------------------------

Desejos do coração

Desejo palavra encantadora

Prenunciamos e sai lentamente

Vinda do coração

No desejo do corpo

E da mente

É quando entra emoção

Em função da paixão

Do sentimento

Sua função o desejo

Com mais amor

Palpitar o peito por direito

Esquece o negativo

Cativar o positivo amor

Em sinais de morse

Com ele tudo tem vida

Por dentro e por fora

Guardado onde mora

Rega seu jardim

Enche as veias de felicidade

Sente sua cara-metade

Qual seu preferido

Consegue ficar perdido

Com todo desejo

Enviado pelo coração

Transformado numa potência de vulcão

Assim é este nosso coração

Nas regas do amor

Ele será quem comanda

Toda sua dor

A do bem e do mal

Por igual

Porque coração que sente

Será sempre de gente

Na descoberta do amor

Ele é o nosso doutor

Com ele voamos

Rimos e saltamos

E no fim seremos dois em um

Coração desejoso de amor

Com grande louvor…

Autor -SONHO SOLITARIO

------------------------------

Obrigada querida e doce amiga pelo dueto realizado

beijinho e muitas felicidades .

 

publicado por Sonhosolitario às 11:28
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: