arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

14 comentários
12 comentários
11 comentários
6 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários

posts recentes

Vento Norte

Sussurro ao vento

Regresso

Hoje

Pensamento de ilusões

««««««CEGO POR AMOR»»»»»»

Verão e Amor

Nevoa

Mulher De Sonho

Espelho de água

Domingo, 5 de Novembro de 2017

Vento Norte

vento.jpg

 

 

Vento Norte Hoje te senti,como tu me sentiste

Percorri na passarela

Te olhei quando nela entrei

Havia aquela corrente

Que não me deixou indiferente

Olhei em teu olhar

Frio como o vento norte

Virei de rumo

Tentei subir o rio

Contra corrente,

estava repleto de gente

Mas o vento não era de feição

Assim se tornava em contradição

Quanto mais tentava

Mais escorregava na minha subida

E o vento não ajudava

Me votei de joelhos e orando

Pedindo mudanças de ventos

Mas nada me contemplava

Somente vento me regelava

Ouvindo vozes moribundas

De outros ventos passados

Como de assobios em outras paragens

Tinha ventos favoráveis

Outros contra assim como os de feição

Nesta minha navegação,

Não podia ser ajudado

Somente o vento me dava boas novas

Na passarela da vida

Mostrei o que valia onde era perfeito

E o imperfeito da ação

Foi entregar ao vento minha navegação

Falando com o vento

Me deu uma lufada de esperança

Forças para eu navegar

Seguir enfrente

Com orgulho sentir o vento

Viver a vida e aproveitar cada momento

Navegar não é fácil

Temos de ter muito cuidado

Não encalhar se o vento empurrar

Porque nem todo mar é água

Tem ventos assim como as rochas

Tempestades e furacões

Os seus amores e suas desilusões

Mas há a lufada do vento norte

Que da força e limpa paixões …

Autor -Sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 22:33
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Sussurro ao vento

sussurro ao vento.jpg

 

Sussurro ao vento

Falei para o vento

Por falar assim como alento

Mas porque não tinha palavras no momento

Falei e não queria falar

Senti e não queria sentir

Amei e queria amar

Perdi e não queria perder

Amei o teu viver  

Vivi e quero continuar a viver

Te perdi e não te queria perder

Amei e sofri, sem ter que sofrer

Te vejo ao longe, e não te posso ter

Sonho contigo, e não te posso amar

Sou homem,

 Quero algo para tocar

Falo por falar

Sonho por sonhar

Vivo por ser humano

Amo porque quero amar

Sinto,

Aquela voz somente

Que algo me dizia

Dentro das minhas veias

Quando te toquei

Senti teu sangue correr

Como o teu sofrer

Nesta vida de sofrimento

Tento dar felicidade

E sofro desalento

Que vida amargurada

Estas de águas ao vento

Tentamos curar as feridas

Do nosso sofrimento

Lutamos por um amor

Que perdemos

A qualquer momento

Deixamos sangrar o coração

Mas não erguemos

Nenhum monumento

Ficaram as cicatrizes doutro tempo

Para viver a vida daquele

Feliz momento

Porque quando o amor acabava

Voa ao sabor do vento.

 

Autor - sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 23:22
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 27 de Julho de 2014

Regresso

 

Regresso
Assim volto ao meu porto
Com toda saudade
Não imaginas meu coração...
Nesta onda de felicidade
Volto e voltarei
Não quero que descubras
Por onde naveguei
Para que sofras aquilo que passei
Quero sim que vejas
Minha alegria,
Porque voltei
E voltarei sempre
Lutarei contra
Os monstros e
E as sereias Falsas
Não me deterão
Para ao teu encontro vir,
Combati tempestades
Entre onda de mistério
O rumo descobriu
Nos mistérios dos oceanos
Tu mostras-te que os sete mares
Sabem guardar segredos
Onde sereias encantam
E me escondia
Entre rumos falsos
E verdadeiros
Esses rumos da felicidade
Onde eu adoro sentir
E sinto grande felicidade
Por teu coração ouvir
Tuas palavras contemplar
Que faz alegria pairar
Na onda de alegria rumar…
Autor - Sonhosolitario
publicado por Sonhosolitario às 19:31
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Maio de 2014

Hoje

Hoje

Hoje me lembrei de ti

Não há dia em que não me lembre

Uns dias mais outros mais ainda

Será que sim e porque não

Mas hoje me lembrei

Porque será hoje

E sempre assim

E não pode ter fim

Mas hoje sou assim

Me lembro e me lembrarei

Me lembrei das nossas músicas

Das conversas e gargalhadas

Das palavras que ficaram cruzadas

Como o cruzamento da vida

Uma de lembranças

Outras de esperança

Assim no andamento da lua

Entre o luar tenho muito para pensar

No amor da saudade

Entre o sonho e a realidade

Do prazer em encontrar

Novamente a vida

Que perdi hoje em ti

Tento olhar-te nos olhos

Ver teu rosto ao longe

Mas perto de meu coração

Para sempre unidos

Quer tu queiras ou não

Mas hoje estou assim

Com teu amor

Sem sim ou não

Sem amor e sem perdão

Sempre e amarei

Nem que seja por ilusão

Este dia de lembrança

Neste dia de paixão

Sinto aquele amor

Senti a aquela solidão

Hoje estou assim…

 

Autor-Sonhosolitario

 

publicado por Sonhosolitario às 06:18
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 8 de Dezembro de 2013

Pensamento de ilusões

Pensamento de ilusões

Escrevo porque choro

Choro se não escrevo

Sinto porque toco

Se não toco não sinto

Amo se te vejo

Desanimo se não te vejo

Guardo segredo do beijo

Se não te beijo nada fica guardado

Consigo te amar ao longe

E ao perto me entrego

Respiro com meu sopro

No sopro ganho vida

Da vida amo

Do amor tenho vida

Escrevo por escrever

Se não escrevo não sinto

No meu toque está o sentimento

No sentimento está a emoção

Assim o sinto com todo me coração

A procura do amor voo ao sabor do vento

Se não voar caminho

Na rota dos sete ventos

Cada caminho uma ilusão

Mas há um certo para preencher meu coração

Se encontro tenho

Se não tenho porque não encontrei

Aqui estou de pensamento

Em ti de longe e fico tão perto

Aconchegado e abraçado

Nestes dias de ilusões

Entre ondas e turbilhões

Sentido aquele amor

Que me dá calor

Quando o vento teima em levar

Meu amor para junto ao teu

Amor meu

Te amo…

 

Autor-Sonhosolitario

 

 

publicado por Sonhosolitario às 02:49
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: