arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

5 comentários

posts recentes

Sonho do Poeta

Janela

Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013

Sonho do Poeta

Sonho do poeta

O amor caiu e voltou a cair

Não sei por quantas e voltara a vir

E tentarei que não caia nos meus sonhos

Como não sei como sonhar com ele

Como também não sei como parar a minha morte

Estou morrendo aos poucos como de segundos contados

Assim estou nesta morte lenta

Por te amar assim

Continuo sonhando com o amor

Para que volte e não caia como tem caído

Porque deve ser sonhado e vivido

Por te amar assim

Não desejo que o nosso amor caia no chão

Porque tudo o que resta deste nosso amor

Quero que sonhas como eu sonho

O amor igual ao que eu te dei

Nada tem que mudar

Somente amar e ser amada em meus braços

Só assim o sonho seguirá

Pelos sonhos do poeta

Fez planos nos meus sonhos

E tanta coisa para ser feliz

E prometi a mim mesmo

Apagar este meu sonho

E não consegui

Porque só em teus braços amor

Eu posso ser feliz …

Autor-Sonhosolitario

 

Dedico este poema

a minha ademiradora

com um doce beijinho

publicado por Sonhosolitario às 02:10
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

Janela

Janela

Hoje abri a janela

E nela entrou uma
brisa

Que por mim passou

Como um abraço e
um beijo

Soltaram-se
lágrimas

Pela minha face

Algo não estava
certo

Tudo ficou
enovelado

Como um mar
salgado

Não sei onde
estava

E onde me
encontrava

Sei que estava no paraíso

Ouvindo os
cânticos dos pássaros

E flautas
anunciando

E tua voz chamando
meu nome

Estava em transe total

Nada mais podia
desejar

Todo meu corpo
tremia

Sim sei porque
acontecia

Era o amor a
saudar-me

E pedir-me
palavras

Palavras de amor

Palavras sinceras

De carinho e
paixão

Hoje não falo por
mim mas sim por nós

Ontem é passado

Hoje é presente

Amanha e será
futuro

Do passado ficou
gravado

Com letras
douradas

Mas nunca usadas

Letras que se
mantém brilhantes

Em nome do amor

Hoje te desejo

Mais que nunca

Amanha que será

Não sei!

Sei que lutarei
por este amor

Porque é puro e
verdadeiro

Caminharei o mundo
inteiro

Em nome do amor

Minha amada…

 

Autor -SonhoSolitario

 
publicado por Sonhosolitario às 06:05
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: