arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

14 comentários
10 comentários
10 comentários
6 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
1 comentário

posts recentes

Tentei-Tentando

LEMBRO

Piano de duas melodias

Te Guardarei Meu Irmão

Saudade

Olhei a Lua

Chuva de lagrimas

Hoje senti mais do que nu...

ENCRUZILHADA

Hoje

Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

Tentei-Tentando

tentei tentando.jpg

Tentei

Voltando tentei olhando o horizonte

Vi que não era eu

Meditei ao meu redor

Entrando no sonho perdido

Tento e tentando continuo buscando

Aquilo que queria ter e não consegui  

Ter em minhas mãos muito tempo

Tento inalar seus aromas nas minhas narinas

Tentei não perder seus hábitos

De sua imaginação

Do seu sorriso

No movimento da vida

Da rodada em movimento

Porque cada minuto passa

Não queria que torna-se sofrimento

Porque a vida encantada

Temos de viver com sentimento

No sentido da vida

Não num só

Mas a todo momento

Tentando aqui estou

Vivendo todo meu tormento

Lutando contra o meu sofrimento

Sou homem do mar

Nunca me senti herói em nenhum momento

Lutava contra as Ondas

Como luto contra meu sentimento

Não por tu me deixares

Mas sim por não te ver a todo

Momento

Nesta parte da vida

Te sinto por perto neste momento

Ver a tua alegria

Sinto que algo de lindo fez

Para sorrir a qualquer momento

Porque somos livres

No nosso pensamento

Tudo faz parte do amor

Sim isso fica

Escrito como arte dentro do nosso momento

Nada custa tentar ser feliz a cada pensamento.

Autor -Sonhosolitario

 

 

publicado por Sonhosolitario às 14:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 25 de Outubro de 2015

LEMBRO

images.jpg

 

Lembro Lembrei-me desde o primeiro dos primeiros

Sentindo do nosso olhar em contemplação

E assim foi e assim será em harmonia

Decorrendo a vida continuamos ligados

Entre um mar de rosas e tormentas

Assim ao longo da vida

Com felicidades e vivendo com sorrisos

Viver é fácil mas sabendo viver

Tentamos viver e lutamos para viver

Assim como se lutar para amar

Com as supressas da vida

Vamos vivendo um dia por sua vez

Com luta cerrada pela vida

Com coração e determinação

Porque é na âncora que nos agarramos

Assim como no coração e ao amor

Que amamos. Assim luto e continuo a lutar

Pelo nosso amor Todo meu sofrimento

Te vou dedicar

Para que ele viva connosco mais forte

Nesta nossa luta Assim vai continuar

Que vai chegar o dia

Alegria vai voltar Ao amor …

Autor - SONHOSOLITARIO

publicado por Sonhosolitario às 09:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 29 de Novembro de 2014

Piano de duas melodias

10157380_1023890624303937_8233243889810634352_n.jp

Piano de duas melodias

No meu piano novo

Tento tocar duas melodias

Uma minha e tua

E outra do tempo

Em melodia relembro o amor

Noutra tento apagar a dor

Na primeira é como te visse

Perto de mim de sorriso feliz

Dançando assim

Sendo minha e eu teu

Tocando nas teclas

Relembro teu amor e sinto

Os tempos de outrora

Que os perdi na demora

Vejo o bem e mal

Nada por igual a tua alma

E ao teu quere dos teus sonhos

Assim continuo tocando para matar saudades

Quando toco está em mim e eu em ti

Ninguém te leva de volta és minha

Mas a melodia acaba sem ter que acabar

Tento continuar a tocar só para relembrar

O amor palavra de dor

Quando não se pode tocar

A melodia daquele dia

De pois de uma tento com outra

Mas não consigo tocar

Meus olhos choram e não consigo chegar

Nas teclas do teu corpo

Não me pertence para que te toque

Minhas mãos ficam trémulas ao ritmo do destino

Saber onde te encontras e não consigo tocar-te

Só na minha melodia consigo amar-te

Perdoar-te de lagrimas nos olhos

Meus e teus tocando como um adeus

Assim vai e enfrente lentamente

Amortecendo a minha dor

Pelo nosso amor

Só me resta viver tocando as melodias

Neste meu novo piano

Assim te tenho sempre do meu lado

Bailando a balsa do nosso amor.

 

Autor – SonhoSolitario

 

publicado por Sonhosolitario às 17:56
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 18 de Maio de 2014

Te Guardarei Meu Irmão

 

Te Guardarei  meu irmão

 

Hoje nasceu o dia

O dia se tornou minha noite

Não consigo ver o dia

Neste dia só vejo a noite

Minhas lagrimas tentam lavar meu escuro

Para que possa ver crescer

Teus sonhos que pararam neste dia

Que se tornou noite e acabou minha alegria

Um escuro pesado dentro do meu corpo

Meus olhos se tornaram duas Lagoas

Da minha saudade, deste dia e tua noite

Olhando a minha volta

Vejo teu rosto, em conjunto de teu sorriso

Tuas palavras de criança pairam em meus ouvidos

Das nossas brincadeiras,

Estou sonhando!

Meu irmão

Porque teu dia se tornou minha e nossa noite

Mas te vejo sempre como todo meu amor

Seja noite ou dia,

Estarás guardado em meu coração

Com amor e devoção

Porque lá estará tatuado o amor de meu irmão

Não somente uma recordação

Sempre viva essa sensação

No meu dia com muita emoção

Será sempre dia na tua vida

Vivida na minha solidão

Por isso te amarei meu doce irmão

Não partiste e estarás para sempre no meu coração

Para que não seja noite e não sintas mais escuridão

Sentiras o amor de tua irmã

E jamais será escuro na tua solidão

Te envio o meu amor

Meu irmão do coração…

 

Autor - Sonhosolitario

 

Ofereço este poema para amiga Maria Oliveira

Oferecido ao seu irmão

Para que sua alma descanse em paz,

Meus sinceros sentimentos a sua família.

publicado por Sonhosolitario às 06:36
link do post | comentar | favorito
|

Saudade

SAUDADE

Hoje encontrei a saudade

Quando vagueava

Pela estrada do pensamento

Olhei nos seus olhos e lhe perguntei

Porque te nomearam saudade

Que tens esse nome

Explica-me o teu motivo da saudade

A saudade é o vento

Que leva e traz de volta o pensamento

Saudade é quilo que perdemos

Queremos e jamais teremos

Saudades é o nosso coração

Bater com emoção

No ponto da saudade

Faz-nos ver por direito

A razão do nosso viver

A saudade não deixa de ser um doce desejo

De quer e não poder corresponder

Saudade é e será o enigma da paixão

Assim a saudade será levada pelo vento

E com o vento voltará

Nas saudades são lavadas muitas lindas memorias

Umas trazidas de volta

Outras apagadas

Assim é o termo usado da saudade

A saudade vive ao nosso lado

Todo o nosso tempo é feito de saudade

Quem não sente não é gente

Quem não vive não tem saudade

Porque quem tem saudade

Tem amor

Quem ama

Sonha e sente saudade

Porque saudade é vida

E a vida é feita de Saudade…

 

Autor -sonhosolitario

   

publicado por Sonhosolitario às 06:32
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: