arquivos

Junho 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Posts mais comentados

9 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário

posts recentes

Perdido

Salvamento do Amor

Amor do Mar Salgado

Momentos

PALAVRAS

Um simples sentimento

Teu Nome

Lembranças

Janela

ADEUS

Domingo, 1 de Julho de 2012

Um simples sentimento

 

Um simples sentimento

Hoje sinto-me ao teu lado

No dia em que conheci

Sinto como se agora fosse

Teu sorriso, teus olhos

Teus sonhos, tua realidade

Tua maneira de ser

Com felicidade envolvida

No mundo do amor real

Com um só movimento

Com um somente olhar

Te conheci com felicidade

Na minha loucura de amar

Não havia volta dar

Para continuar amar

Porque os querias matar

Por uma só palavra

Não encontrei!

Para te conquistar

E juntar o nosso amor

E não encontrei a verdade
razão

Era somente uma palavra

Uma só palavra, um amor

Se foi eu culpado dela

Por isso me perdoa

Com amor te digo

Perdoa-me, perdoa-me

Não encontrei outra
maneira

De te dizer, antes de dizer adeus

Somente está palavra

Amor perdoa-me…

 

AutorSonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 14:15
link do post | comentar | favorito
Sábado, 9 de Junho de 2012

Teu Nome

Teu nome

Chamei, teu nome

Quando sonho terminou

Tinha sonhado que tudo tinha acabado

Neste meu sonho

Nunca descobri

Como começou

Assim como acabou

Será que ainda estou sonhando

Ou somente imaginando

No lado da tristeza

Deste sonho

Mas porque sonhei!

Somente com teu nome

Havendo nomes sem fim

Indo eu ao teu encontro

Havendo rumos sem destino

Programados e nunca encontrados

Mas por encontrei eu teu nome

Esse que tanto me faz pensar

Para caminhos a encontrar

Será que encontrarei!

Pergunto a mim mesmo

Por quê o teu nome

Com tanto significado

Entre o presente

Futuro e passado

Esse nome que não sai

Do meu pensamento

Teu nome corrente do passado

Que me deixa assim neste estado

Acorrentado a esse teu nome

Para que encontre o nome certo

Para o meu sonho sonhar …

 

Autor-Sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 00:45
link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Maio de 2012

Lembranças

Lembranças

Hoje acordei e teu
rosto imaginei

Nesta minha caminhada

A beira-mar

Caminhando muito
devagar

Para o nosso amor
lembrar

Me lembro dos
nossos doces beijos

Cheios de desejos
e carinhos juntos de olhares

Aquele que memorizamos
em nossa mente

Para que fique
para sempre

Aqueles toques de
desejo

Que se sente com
um beijo

No teu olhar

Sem uma palavra
prenunciar

Sim é fácil o amor

Adivinhar

Que linda
caminhada a beira-mar

Assim caminho
lentamente

Para me lembrar
suavemente

Aquele amor que
enlouquecia a gente

Aqueles beijos
como uma chama ardente

Ouvindo tua voz
suavemente

Na minha memória

Tudo vem ao de
cima rapidamente

Mas que verão tão
quente

Naquela caminhada recente

Que faz a saudade

Muito quente

Como de um vento
de leste

Convida-se a moral
da gente

Na alegria
misturava o ambiente

Onde tudo parecia

Ser fácil no amor
crescente

Mas no fim foi
tudo

Como uma corrente

Mas aqui ficou

Esta linda
lembrança

Da gente que se
amou

Internamente…

Autor -sonhosolitario

 

A ti meu amor

sempre te vou amar em segredo no meu coração

A&A

publicado por Sonhosolitario às 13:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

Janela

Janela

Hoje abri a janela

E nela entrou uma
brisa

Que por mim passou

Como um abraço e
um beijo

Soltaram-se
lágrimas

Pela minha face

Algo não estava
certo

Tudo ficou
enovelado

Como um mar
salgado

Não sei onde
estava

E onde me
encontrava

Sei que estava no paraíso

Ouvindo os
cânticos dos pássaros

E flautas
anunciando

E tua voz chamando
meu nome

Estava em transe total

Nada mais podia
desejar

Todo meu corpo
tremia

Sim sei porque
acontecia

Era o amor a
saudar-me

E pedir-me
palavras

Palavras de amor

Palavras sinceras

De carinho e
paixão

Hoje não falo por
mim mas sim por nós

Ontem é passado

Hoje é presente

Amanha e será
futuro

Do passado ficou
gravado

Com letras
douradas

Mas nunca usadas

Letras que se
mantém brilhantes

Em nome do amor

Hoje te desejo

Mais que nunca

Amanha que será

Não sei!

Sei que lutarei
por este amor

Porque é puro e
verdadeiro

Caminharei o mundo
inteiro

Em nome do amor

Minha amada…

 

Autor -SonhoSolitario

 
publicado por Sonhosolitario às 06:05
link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Fevereiro de 2012

ADEUS

Adeus

Nunca me digas adeus

Neste mundo de ingratidão

Que ao teu lado desejava estar

E contemplar

Sem me magoar

E sentir a vida

Como neste momento

Não a sinto

Depois daquele adeus

Tenho aqueles olhos

Me dizendo em silencio

Todos teus segredos

Em minha direcção

Sem amor

Só eu senti

Porque nunca menti

E vivo em solidão constante

Mas vivo sem remorsos

Dei tudo que tinha

E o que não tinha

Assim sou eu

Como não podia deixar de ser

Tenho este dom de amar

E como vivo navegando

Não é fácil encontrar

O tal amor

Mas sim somente dor

Do teu adeus

De um adeus forçado

Pela tua maldade

Sem imaginação

Onde rebentas-te meu coração

Com tuas mentiras

De quem eu julgava

Uma flor pura

Que só me deu amargura

Neste meu adeus …

 

Autor-Sonhosolitario

 

 

publicado por Sonhosolitario às 05:44
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

links

subscrever feeds