arquivos

Junho 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Posts mais comentados

9 comentários

posts recentes

A MALDADE HUMANA

Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

A MALDADE HUMANA

 

A Maldade Humana

 

Não há no mundo ser mais ruim
Que o Ser Humano
Inicia guerras sem fim
Obedece aquele que é Tirano.

 

É senhor do universo
Tem nas suas mãos o mundo
Mas bem lá no fundo
Sua alma é mais pequena que este verso.

 

Tem o poder de construir
E fá-lo à custa do semelhante
Maior é a sua capacidade de destruir
E age como se não fosse um Ser errante.

 

Ser materialista
Ser vingativo
Tudo é conquista
Tudo é motivo.

 

Define a Luxúria como habitação.
Como prato principal elege a Ambição 
E o pecado da Avareza
É a sua escolha para a sobremesa.
 
Provoca a guerra terminando com a paz
E sem pensar nas consequências
Fá-lo de um modo voraz
Sem medo de represálias e não ouvindo advertências.

 

É triste observar
É triste presenciar
Esta coisa que é mundana…
A maldade humana.

 

Patrícia Santos 24/03/07

ESTE POEMA FUI ENCONTRADO

NO BLOG A VIRGINIANA

ESPERO QUE ME PERDOAS POR TER

EDITADO SEM PERDIR

MAS COMO ESTAVA BONITO

OS PARABENS A SUA FILHA

POR ESTE LINDO POEMA

DOCE BEIJINHO

MUITO OBRIGADO

PATRICIA SANTOS.

 

SONHOSOLITARIO

 

sinto-me: COM MUITA CORAGEM
música: VOÇE É LINDA -EMILIO SAN
publicado por Sonhosolitario às 19:26
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

mais sobre mim

links

subscrever feeds