arquivos

Junho 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007


blogueiro

Posts mais comentados

8 comentários
5 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário

posts recentes

Vento Norte

CHORO DE TODOS NÒS

Chorei

Marcas

DUETO DE POEMAS

PALAVRAS

Porque Escrevo ?

SEDUZ-ME

ESCREVER PARA TI!

Humano

Domingo, 5 de Novembro de 2017

Vento Norte

vento.jpg

 

 

Vento Norte Hoje te senti,como tu me sentiste

Percorri na passarela

Te olhei quando nela entrei

Havia aquela corrente

Que não me deixou indiferente

Olhei em teu olhar

Frio como o vento norte

Virei de rumo

Tentei subir o rio

Contra corrente,

estava repleto de gente

Mas o vento não era de feição

Assim se tornava em contradição

Quanto mais tentava

Mais escorregava na minha subida

E o vento não ajudava

Me votei de joelhos e orando

Pedindo mudanças de ventos

Mas nada me contemplava

Somente vento me regelava

Ouvindo vozes moribundas

De outros ventos passados

Como de assobios em outras paragens

Tinha ventos favoráveis

Outros contra assim como os de feição

Nesta minha navegação,

Não podia ser ajudado

Somente o vento me dava boas novas

Na passarela da vida

Mostrei o que valia onde era perfeito

E o imperfeito da ação

Foi entregar ao vento minha navegação

Falando com o vento

Me deu uma lufada de esperança

Forças para eu navegar

Seguir enfrente

Com orgulho sentir o vento

Viver a vida e aproveitar cada momento

Navegar não é fácil

Temos de ter muito cuidado

Não encalhar se o vento empurrar

Porque nem todo mar é água

Tem ventos assim como as rochas

Tempestades e furacões

Os seus amores e suas desilusões

Mas há a lufada do vento norte

Que da força e limpa paixões …

Autor -Sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 22:33
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2014

CHORO DE TODOS NÒS

homem.jpg

CHORO
Chorei e não tinha que chorar
Derramei sem ter que derramar
Não sei o motivo mas chorei
Sentia uma dor no meu peito
Quase ia rebentar
Queria olhar o horizonte
E tentar respirar
Era tão longe e não consegui tocar
Foi tudo no mesmo momento
Não deu para parar
Então deu-se o choro
E não eu tinha para conseguir deixar
Ainda era o começo
E continuava a chorar
Era uma dor tão grande
Não sei se ia conseguir suportar
Tudo e nada podia ter
Queria fazer o tempo voltar
Me queria livrar da minha dor
Ela não ia embora
Tenho que aguentar
Vou olhar as estrelas
Para mais uma nova contemplar
Aprender amar o universo
Para as minhas lágrimas secar
Tentar ver ao longe
Seu brilho a brilhar
Porque quando volta a saudade
Sei que volto a chorar
E nada há que me possa curar
Deste meu choro
Desta minha saudade
Que toda vida vai guardar
De tua imagem
No meu navegar
Entre o céu, terra e o mar.

Autor Goodheart

 

publicado por Sonhosolitario às 16:53
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Julho de 2014

Chorei

Chorei

Chorei uma lagrima pura e cristalina

Do meu coração saiu ela

De tão pura e cristalina

Saiu dos meus olhos

Lavando meu corpo

Juntamente como minha alma

Descendo baixo do meu corpo

Tentado lavar minhas impurezas

Da minha imperfeição

Dos encontros da vida

Em caminhos errados

E mudanças dos ventos

Se havia algo errado era o pó

Que se colou a minha pele

E ao meu pensamento

Não me deixava ver e pensar

E me trouxe essa lagrima perdida

Para me ajudar a vida que tenho para viver

E lavar minha alma como meu corpo

Do pecado da vida

Por viver eu quero sem pecar

Porque chorei um amor

Que quero amar

E essa lagrima me vai ajudar

A encontrar a outra lagrima

Para se purificar uma a outra

Na pureza da vida

Vale a pena chorar do sentimento

Do amor

Porque quem não sente não ama

Porque quem ama chora

E para chorar não precisa de ser cobarde

Mas sim verdadeiro

Respeitar o amor por inteiro .

Autor -Sonhosolitario

 

publicado por Sonhosolitario às 09:57
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Maio de 2013

Marcas

Marcas

Pensei a bom pensar

Como amei e como amar

Viver e repensar deste amor

Quero seguir e não representar

Porque tenho o coração que não para de sangrar

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma

A nossa vida não vai parar

Será que temos tempo para pensar

Porque acabou e podemos acabar

Temos de reiniciar porque em breve tudo vai começar

Eras pedra preciosa em meu coração

Que fazia o meu sangue correr de emoção

Entre as emoções sentidas juntamente com as recordações

Que não as consigo esquecer

Nem fugir de ninguém

Porque amar faz doer

Mas assim não quero viver

Só tenho vontade de desaparecer

Porque escrevo!

É um alerta

Fundamental é impossível ser feliz sozinho

Mas constrangedor ´será viver na dor

Do amor e caminho da infelicidade

Dessa perca do ânimo amado

Em que restam somente duvidas

Se realmente é amor o que sinto

Ou será sofrimento

Para que vale a pena viver neste cruzamento

Penoso do amor e da alma

Sozinho andei sozinho ficarei

Como um eremita

Procurando o que coração

Perdeu ao tentar conquistar

Com todo amor que tinha para dar

Tento encontrar forças para o salvar

E não consigo encontrar

Só dizer o quanto te amo…

Autor- Sonhosolitario

publicado por Sonhosolitario às 11:54
link do post | comentar | favorito

DUETO DE POEMAS

Rute Ribeiro

Coração

Coração que se liberta, cai no enredo da paixão,
onde todos tocam no céu
e sorriam de emoção.

Coração que ama,
tem confiança no outro
e oferece-lhe tudo aquilo que dá.
É um mar de rosas.

Coração que odeia,
não precisa de se unir,
só quer ficar sozinho
no meio dos desertos.

Coração que se magoa,
chora um rio de lágrimas
e não reage à traição,
perdendo-se no abismo.

Coração que se fecha,
não tem saudades de nada,
nem gosta de ninguém.
Simplesmente, vive na escuridão.

Coração que se abre,
explode de e sentimentos e desejos.
A partir daí, começa a cantar.
Amor, eu mereço-te.

Coração que memoriza,
recorda os bons e maus momentos
desde o primeiro dia.
É uma história de vida.

Coração que voa,
cria asas para descobrir
o prazer de andar nas nuvens.
É um cosmos das imaginações.

Coração que trauteia,
interpreta músicas
com as suas melodias,
dando cor à juventude.

Coração que bate,
é coração fiel.

Autora Rute Ribeiro

 

----------------------------------

Desejos do coração

Desejo palavra encantadora

Prenunciamos e sai lentamente

Vinda do coração

No desejo do corpo

E da mente

É quando entra emoção

Em função da paixão

Do sentimento

Sua função o desejo

Com mais amor

Palpitar o peito por direito

Esquece o negativo

Cativar o positivo amor

Em sinais de morse

Com ele tudo tem vida

Por dentro e por fora

Guardado onde mora

Rega seu jardim

Enche as veias de felicidade

Sente sua cara-metade

Qual seu preferido

Consegue ficar perdido

Com todo desejo

Enviado pelo coração

Transformado numa potência de vulcão

Assim é este nosso coração

Nas regas do amor

Ele será quem comanda

Toda sua dor

A do bem e do mal

Por igual

Porque coração que sente

Será sempre de gente

Na descoberta do amor

Ele é o nosso doutor

Com ele voamos

Rimos e saltamos

E no fim seremos dois em um

Coração desejoso de amor

Com grande louvor…

Autor -SONHO SOLITARIO

------------------------------

Obrigada querida e doce amiga pelo dueto realizado

beijinho e muitas felicidades .

 

publicado por Sonhosolitario às 11:28
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

visitantes solitarios




.SELO: