arquivos

Junho 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Fevereiro 2017

Julho 2016

Outubro 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Posts mais comentados

13 comentários
9 comentários
8 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários

posts recentes

CHORO DE TODOS NÒS

Hoje

Teu Nome

Reparto

Sussurro

Lembranças

Janela

Lagrima

Minhas palavras

Onde te encontras

Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2014

CHORO DE TODOS NÒS

homem.jpg

CHORO
Chorei e não tinha que chorar
Derramei sem ter que derramar
Não sei o motivo mas chorei
Sentia uma dor no meu peito
Quase ia rebentar
Queria olhar o horizonte
E tentar respirar
Era tão longe e não consegui tocar
Foi tudo no mesmo momento
Não deu para parar
Então deu-se o choro
E não eu tinha para conseguir deixar
Ainda era o começo
E continuava a chorar
Era uma dor tão grande
Não sei se ia conseguir suportar
Tudo e nada podia ter
Queria fazer o tempo voltar
Me queria livrar da minha dor
Ela não ia embora
Tenho que aguentar
Vou olhar as estrelas
Para mais uma nova contemplar
Aprender amar o universo
Para as minhas lágrimas secar
Tentar ver ao longe
Seu brilho a brilhar
Porque quando volta a saudade
Sei que volto a chorar
E nada há que me possa curar
Deste meu choro
Desta minha saudade
Que toda vida vai guardar
De tua imagem
No meu navegar
Entre o céu, terra e o mar.

Autor Goodheart

 

publicado por Sonhosolitario às 16:53
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 28 de Maio de 2014

Hoje

Hoje

Hoje me lembrei de ti

Não há dia em que não me lembre

Uns dias mais outros mais ainda

Será que sim e porque não

Mas hoje me lembrei

Porque será hoje

E sempre assim

E não pode ter fim

Mas hoje sou assim

Me lembro e me lembrarei

Me lembrei das nossas músicas

Das conversas e gargalhadas

Das palavras que ficaram cruzadas

Como o cruzamento da vida

Uma de lembranças

Outras de esperança

Assim no andamento da lua

Entre o luar tenho muito para pensar

No amor da saudade

Entre o sonho e a realidade

Do prazer em encontrar

Novamente a vida

Que perdi hoje em ti

Tento olhar-te nos olhos

Ver teu rosto ao longe

Mas perto de meu coração

Para sempre unidos

Quer tu queiras ou não

Mas hoje estou assim

Com teu amor

Sem sim ou não

Sem amor e sem perdão

Sempre e amarei

Nem que seja por ilusão

Este dia de lembrança

Neste dia de paixão

Sinto aquele amor

Senti a aquela solidão

Hoje estou assim…

 

Autor-Sonhosolitario

 

publicado por Sonhosolitario às 06:18
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012

Teu Nome

Teu Nome

Penso em teu nome

Como nunca tinha pensado

Faz-me ver algo que nunca tinha imaginado

Como uma estrela no universo

Muito longe que me faz sentir tão perto

Mas que tem o teu nome

Para me fazer sentir assim

Não queria que fosse mais um nome

Gravado por mim

É um nome que me chama atenção

E gostava de saber sua razão

Nome de letras vulgares

Que me faz pensar em todo lugar

Carrego comigo no pensamento

Sem sentir o peso desalento

E me faz sentir feliz

Mas que lindo nome

Não sei o que me deu

Sei que amo este nome

Este nome queria guardar

Para ninguém mais usar

Queria só para mim

Entregue ao meu coração

Vou soprar ao vento

Teu nome

Para que ouças a minha voz

Mencionando

Chamando teu lindo nome

Nomes há muitos

Mas escolhi o teu

Não sei o que me deu

Porque será

Que não esqueço este nome

Com teu nome

Me sinto na imaginação

Teu e o meu gravado no coração

Com letras vulgares

Para novas gerações

Ler nossas recordações

Sentir sonho das nossas emoções

Quando nossos nomes

Se juntaram entre multidões

Aclamando teu lindo nome…

 

Autor-SonhoSolitario

publicado por Sonhosolitario às 02:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 14 de Setembro de 2012

Reparto

Reparto

Hoje parti e reparto

Alguns dos meus sentimentos

Que serão levados pelo vento

Ao teu encontro

Só assim saberei que serão entregues

Hoje vou repartir algo ao meu amor

Para matar as saudades

Te darei um longo beijo

Para que tenhas mais desejo

Te darei mil beijos

Para matar tua sede

Te darei meu corpo

Para que não sintas a dor do teu peito

E sintas o amor por direito

Te envio as minhas letras

Para que ouças minhas palavras

Reparto meu leito

Para fazer amor por direito

Tens o meu toque

Para que sintas minha ternura

Porque te quero pura

Na tua jura do amor

Quero ser o senhor amado

No jardim do sonho

Colherei rosas e eliminarei os espinhos

Assim não terás dor

Sentiras minhas meiguices

Para que tu me deias em troca

Teu coração

Te darei meu olhar

Com ele me podes contemplar

Eu te darei o meu beijo

Para tu saboreares meu desejo

Te ofereço meu nome

Em troca do teu

Reparto meu sonho

Para que possamos sonhar

Te vou dar meu perdão

Para que sintas que o amor

Sem ilusão…

Autor-Sonhosolitario

 

 

publicado por Sonhosolitario às 03:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Setembro de 2012

Sussurro

 

                                                           

Sussurro

Assim chegou a tua voz a mim

Porque assim chegou

E me perguntou

Não consigo explicar

Mas consigo entender essa tua sinfonia

Dessa tua poesia

Entre a saudade e ansiedade

Está a tua liberdade

Dos teus desejos

Com todos direitos

Desse teu voo,

Em poema nos dizes

Todos os teus desejos

Não sendo uma ilusão

Mas é a própria voz da razão

Que se levanta com direito

De liberdade contra o sofrimento

Aqui fica o teu lamento

Feito em lagrimas puras

E já muito maduras

Que não consegues evitar

Porque tens muito amor para dar

Para repartir com teu perfume

E tuas chagas de uma vida inteira

Não foste rainha

Para passear na passadeira,

Entre sonhos e pesadelos

Tens o teu sorriso

Com tuas lagrimas

No teu rosto de saudade

Com toda tua verdade

E conhecendo-te eu como te recordo

Sentindo e inalando teu perfume

Desse teu amor

Para me acalmar minha dor

Não será imaginação

É sim palavras desse teu coração

Sim porque tu és e serás a razão

Do meu poetizar

E meu coração entregar.

Autor-sonhosolitario

 

                                                   

publicado por Sonhosolitario às 22:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

mais sobre mim

links

subscrever feeds